Notícia ótima!! OutroMundo recebeu apoio institucional de El Positivo, do México, de Noticias Positivas (N+), da Espanha, e de Sinergocios.Info, de Aguascalientes, no México. As alianças se dão em função de afinidade editorial, trabalhamos segundo o mesmo padrão cosmoético. Veja detalhes.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O que se tem feito por aí contra a mutilação genital

A mutilação genital feminina é um dos crimes mais jurássicos que ainda existem na face do planeta. A notícia boa é que, em compensação, nunca houve tanta gente mobilizada em campanhas de sensibilização para esta contundente questão. Te liga aí!

A mutilação genital feminina (MGF), uma violação dos direitos humanos fundamentais, assume diferentes formas em diferentes países: remoção parcial ou total do clitóris, corte dos pequenos lábios ou extração de todos os órgãos genitais externos e consequente costura dos dois lados da vulva. 
Estima-se que mais de 130 milhões de meninas e mulheres no mundo sofreram mutilação genital. Pelo menos 2 milhões de meninas a cada ano - 6 mil por dia - correm o risco de sofrer de MGF. O corte, que geralmente é feito sem anestesia, pode ter sérias consequências para a saúde ao longo da vida - incluindo infecção crônica, dor durante micção, menstruação, relação sexual e parto, além de óbvios traumas psicológicos. Algumas meninas morrem na operação de corte, geralmente como resultado de hemorragia ou infecção.

O que fazem os ativistas - Apesar de a MGF ser praticada em nome da tradição e da cultura em muitos países, muitas organizações de base nessas nações estão lutando dentro da mesma cultura para erradicá-la. Além de oferecer suporte jurídico para as meninas, as entidades geram fóruns para facilitar a comunicação entre os ativistas, criando intercâmbio de informações, idéias e estratégias para impedir a prática da mutilação. Assinaturas de e-mail estão disponíveis para carregar gratuitamente. Além disto, grupos como Equality Now estabeleceram fundos para formação de militantes. 
Esta entidade agitou várias iniciativas concretas em alguns países, entre elas:
Promulgação de uma lei contra a MGF no Mali.
Protesto contra a não aplicação da lei contra a MGF na Tanzânia.
Acabou com a censura do governo sobre campanha para parar a MGF na Gâmbia.
Reconhecimento da MGF como base para pedido de asilo político nos Estados Unidos.
Lutou contra os esforços do governo de medicalização da MGF no Egito.
Protesto contra o fracasso do UNICEF para financiar esforços para extinguir a MGF.
 Mais recente, o grupo Waris Dirie e seis outras ONGs criaram uma campanha mundial contra a mutilação genital feminina.Veja uma das peças no vídeo a seguir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

edição e design

Coordenação, Edição e Design:
RICARDO MARTINS

http://ricardomartinsdesign.blogspot.com/
Editor do site ABSOLUTA e de sua Série Temática, do blog YINSIGHTS, do blog CROP CIRCLES, e moderador das comunidades 11:11, Eu Sonhei com Ondas Gigantes e Crop Circles/Terra Agora no Orkut.

Contatos: r.o.m@terra.com.br
Blog do editor: http://ricardomartins1111.blogspot.com/

Nossa comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=38549687

acompanhando a gente

mande seus amigos do orkut pro OutroMundo

vc chegou ao OutroMundo

Busque no OutroMundo

página monitorada/cite a fonte, ok?

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Ocorreu um erro neste gadget

subinduuuuu....

voltar pro topo? preguiça de rolar tudo de novo?

clique aqui